Criolipólise

Criolipólise

Procedimento que congela e mata as células de gordura para destruir os pneuzinhos

 

A Criolipólise é a mais nova sensação do momento nas clínicas de estética e cirurgia plástica de todo o país. Todo o sucesso do método que destrói os pneuzinhos tem uma explicação. A Criolipólise é uma técnica de congelamento das células de gordura, que foi desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Havard, nos Estados Unidos, e diferente dos outros tratamentos, não é cirúrgico.
A procura pela Criolipólise cresceu tanto nos últimos anos, que o procedimento vem sendo denominado por profissionais e pacientes, como a nova lipoaspiração. Vale lembrar que, a Criolipólise não é um tratamento para sobrepeso ou obesidade. Ela é opção para pessoas que tenham gordura localizada em algumas regiões corporais, o famoso pneuzinho.

Procedimento

O tratamento é feito com a ajuda de um aparelho específico que se encaixa ao corpo do paciente, para que a ponteira do aparelho realize um poderoso vácuo que promove a sucção da pele e da porção de gordura localizada. Enquanto isso, o resfriamento intenso promovido pela Criolipólise destrói as células de gordura.
A eliminação das estruturas dos adipócitos destruídas com a baixa temperatura é feita pelo sistema imune e a gordura no interior das células é conduzida ao fígado pelo sistema linfático para sua metabolização. Uma vez que o sistema linfático leva apenas uma pequena quantidade diária de gordura para ser metabolizada, não há perigo de sobrecarga do fígado nesse processo.
** O número de sessões do procedimento e a região do corpo a ser tratada varia de acordo com a necessidade de cada paciente.

Resultados

Após o procedimento, a pele fica avermelhada, mas a vermelhidão dura apenas algumas horas. A gordura que foi congelada é eliminada pelo corpo naturalmente e os resultados podem ser vistos em 20 dias após a sessão. É importante que o paciente use um modelador ou cinta elástica na região por 30 dias, pois isso irá auxiliar no processo de metabolização da gordura, aumentará a circulação linfática auxiliando na drenagem da região.

Exemplo de Criolipólise usada para Lipomastia Masculina: antes e depois
criolipolise para lipomastia masculina

 

Contraindicações

A Criolipólise é contraindicada para pessoas com sensibilidade ao frio – como quem tem urticária, por exemplo -, com hérnias no local da aplicação, infecções na pele, para gestantes e para quem passou por cirurgia recentemente. Para quem pretende emagrecer, vale lembrar que o método combate a gordura localizada e não o excesso de peso, pois não atinge gordura em todas as áreas do corpo ou mesmo a visceral, gordura que se deposita entre os órgãos.